quinta-feira, 5 de maio de 2016

NOSSO SOCORRO

“Eu grito pra Ti oh, Deus Vem me socorrer
Olhando pra mim posso saber
Que nada sou(...) Olhando pra mim posso saber Que nada posso fazer”(Grupo: Palavrantiga)

Há momentos na vida em que nos sentimos completamente sozinhos e parece que o mundo ao nosso redor está em ruínas. Chegamos a pensar que ajudamos a sustentar “o mundo de todos”, mas quando “o nosso mundo cai” parece não existir ninguém para nos apoiar. Não creio que esse desabafo expresse na verdade o nosso comum egoísmo, mas sim, sobretudo, a nossa amarga sensação de solidão. Talvez você já passou ou esteja passando por um momento assim. Lembro-me da canção que diz: “Quando o mundo cai ao meu redor, Teus braços me seguram... És a esperança pra mim!” Esse mesmo sentimento encontramos no Salmo 121, no qual o salmista nos ensina como devemos agir diante das adversidades. Ao invés de nos mantermos de cabeça baixa, devemos olhar para o alto: “Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro?” A resposta a esta pergunta ao mesmo tempo nos traz a convicção que necessitamos para enfrentar as tribulações: “O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra”. Nenhuma situação temporal é maior que o Deus que fez o céu e a terra! Creia, Deus cuida de nós! Tenha uma semana abençoada. 
Leitura sugerida: Salmo 46.

André G. Bronzeado