segunda-feira, 22 de agosto de 2016

UMA CORRIDA


Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. Todo atleta em tudo se domina; aqueles, para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, a incorruptível. – 1 Coríntios 9:24,25.

Os jogos olímpicos são indiscutivelmente um grande fenômeno mundial. Paramos para ver grandes atletas das mais diversas modalidades e nacionalidades. Acabamos nos envolvendo, nos emocionando e nos tornando torcedores. Quem não parou alguns segundos para ver os momentos de glória do velocista jamaicano Usain Bolt? Este mesmo que impressionou a todos nas Olimpíadas do Rio, em sua primeira aparição no cenário global sequer se classificou para a final dos 200 metros, prova que domina atualmente. Sua história mostra esforço para superar marcas e quebrar recordes pessoais até se tornar cada vez mais um grande atleta, reconhecido mundialmente. Na Bíblia encontramos a vida cristã sendo comparada com a vida de um atleta. O apóstolo Paulo escreve para os coríntios os quais davam muita importância ao atletismo e aos jogos olímpicos de sua época. Antes de competir, os atletas se submetiam a um período de dez meses de rigoroso treinamento. O prêmio era uma coroa de louros, corruptível, que murchava, nada comparado às bênçãos que decorrem da salvação que temos em Cristo. O que isso nos ensina é que, assim como a vida de um atleta necessita de disciplinas e comprometimento, assim também a vida cristã nos chama a sermos disciplinados, a fazermos sacrifícios com o propósito de darmos o melhor de nós e assim glorificarmos a Deus. Estudar a Bíblia, orar, servir, congregar em uma igreja, são algumas dessas disciplinas que fazem parte da nossa “corrida cristã”. Façamos tudo para a Glória daquele que nos deu vida!

Sem. André Bronzeado